Como a nuvem radioativa de Fukushima influenciou as redes sociais

Download the most recent version of Adobe Flash Player. (Get Adobe Flash player)

A proliferação dos tweets sobre Fukushima vs. nuvem de radiação

Em 11 de março de 2011, quando o reator nuclear de Fukushima explodiu o seu topo, a comunidade do projeto Webnode notou um aumento significativo em novos blogs e comentários sobre a situação atual no Japão. Naquele dia o tráfego médio diário deste projeto foi quase o dobro e o número de novos posts cresceu 3 vezes mais gerando 650 000 comentários que mencionavam o acidente.

Logo foi constatado que seria valioso examinar o interesse global e social no desdobramento dos acontecimentos a respeito da catástrofe de Fukushima. Agora o nosso objetivo é o de comparar e contrastar o alastramento da nuvem radioativa com a disseminação virótica nas redes sociais.

500 milhões de tweets sobre catástrofe de Fukushima

O Twitter foi escolhido como a melhor fonte de dados devido aos mais de 500 000 000 de tweets sobre a radioatividade de Fukushima durante o mês passado.

A infografia acima mostra claramente a cronologia do desastre, o alastramento da nuvem radioativa e a atividade da rede social entre a explosão inicial em 11 de março de 2011 e os 30 dias seguintes. É interessante observar a relação entre o movimento da nuvem e os tweets em áreas afetadas e os países em seu caminho.

Os dados do gráfico de intensidade social provêm predominantemente da rede Twitter. Todos os tweets que continham informações sobre radioatividade, nuvem de poluição, Fukushima e outros temas similares foram monitorizados em todo o mundo através do sistema Google Realtime e, depois, divididos de acordo com a localização do usuário.

Os dados para a nuvem radioativa foram obtidos do Instituto Austríaco de Meteorologia e Geodinâmica (The Austrian Institute for Meteorology and Geodynamics), onde Dr. Gerhard Wotawa comentou: "As imagens mostram a dispersão de vários dias da coluna de fumaça solta da usina nuclear de Fukushima Daiichi. Supõe-se o vazamento contínuo de Iodo-131 para a atmosfera entre a superfície e 250 metros. Já que o vazamento tem diminuído depois de 25 de março de 2011, não acreditamos que hajam quaisquer impactos de maior escala à saúde."

A influência da nuvem radiaoativa

Os resultados mais abrangentes são como podemos imaginar – um incremento da atividade social contra o avanço da nuvem. Podemos também observar como a intensidade de tweets aumenta significativamente quando a nuvem radioativa está se aproximando de um país.

Isso é mais visível, evidentemente, na América do Norte e na Europa, onde a penetração da Internet é muito alta. Como podemos ver as redes da África geraram um interesse social comparativamente pequeno. Porém, a penetração da Internet é apenas uma das explicações possíveis. Seria igualmente correto julgar que as discrepâncias de intensidade entre os países mais desenvolvidos e aqueles menos desenvolvidos, poderiam ser um indicador chave das
diferenças entre os países mais instruídos e informados e os menos afortunados.

Tomemos como exemplo Cuba que foi altamente afetada por uma cobertura de nuvem radioativa, mas teve uma intensidade de interesse social comparativamente baixa. Talvez possamos ver também uma tendência na imprensa que pode criar uma paranoia em escala nacional – quanto mais informações as pessoas têm, maior é o medo gerado.

Marcos de Fukushima

11 de março 2011 Um terremoto de magnitude 9.0 abala a costa do Japão. O terremoto provocou um tsunami extremamente destrutivo com as ondas de até 37.9 metros. (mais)
11 de março 2011 - 177 milhões de tweets foram enviados, enquanto a média de tweets por dia é 140 milhões. (mais)
12 de março 2011 Uma grande explosão abala a usina nuclear de Fukushima (mais)
12 de março 2011 572,000 contas novas são criadas no Twitter. A média de novas contas por dia no último mês é de 460 000. (mais)
15 de março 2011 Sete das 17 usinas nucleares da Alemanha são fechadas (mais)
18 de março 2011 A nuvem radioativa do Japão ruma para a costa oeste dos EUA (mais)
23 de março 2011 A nuvem de radiação atinge a Europa (mais, mais, mais)
23 de março 2011 Fukushima torna-se a mais cara catástrofe natural da história atingindo 309 bilhões de dólares americanos (O furacão Katrina custou $81 bilhões) (mais, mais)
5 de abril 2011 A água radioativa da usina nuclear de Fukushima é despejada no Oceano Pacífico (mais)
6 de abril 2011 O Twitter atinge a marca de 277 559 946 usuários (mais)

Authors

VRBA Vit
CEO e fundador do Webnode.com.br. Fundado em 2008, o Webnode é um construtor de websites gratuitos com mais de 30 milhões de visitantes.
Twitter contact: @vitvrba

WOTAWA Gerhard Mag. Dr., M.A.
Instituto Central de Meteorologia e Geodinâmicas (ZAMG), Divisão de Informação, Metodos e Modelagem. ZAMG fundado em 1851, é a agência nacional de serviços meteorológicos da Áustria.

 

Comments

Aviso

Você (usuário) é livre para copiar, distribuir e exibir o trabalho acima publicado, contudo qualquer uso futuro trabalho acima publicado deve incluir a creditação aos autores originais citando seus nomes e links para a fonte original.

 

Contact

Expansão social socialtrends@webnode.com